Despacho determina medidas no combate à desnutrição hospitalar

Desnutrição hospitalar

A desnutrição hospitalar, com uma prevalência estimada entre os 20 e 50% em doentes internados, representa um grave problema de saúde.

Esta situação pode refletir-se num aumento da duração do internamento, num maior risco de infeções e de outras complicações, em situações de reinternamento e no aumento da morbilidade e da mortalidade.

Torna-se assim imperativa a implementação de medidas de combate à desnutrição hospitalar e à promoção de um suporte nutricional adequado.

O Despacho nº 6634/2018 determina a implementação de funcionalidades tecnológicas que promovem uma abordagem multiprofissional, na melhoria da assistência nutricional do doente e que auxiliam o combate à desnutrição hospitalar.

1. A quem se destinam estas funcionalidades?

Estas funcionalidades destinam-se a clientes Globalcare, com os módulos de Enfermagem, Dietética e Data Discovery.

2. Quais as alterações implementadas no Globalcare?

O Globalcare assegura os requisitos técnicos definidos pelos Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS), garantindo a disponibilização das seguintes funcionalidades, em âmbito de internamento:

Identificação do risco nutricional – Com a disponibilização de duas escalas de Rastreio de Risco Nutricional, a NRS 2002 e a StrongKids. Através do seu preenchimento é calculado o Score e é apresentado ao profissional de saúde o respetivo risco e intervenção/follow-up aconselhado.

Encaminhamento para avaliação de nutrição – Identificado o risco nutricional, a sua comunicação ao Serviço de Nutrição está assegurada através de alertas automáticos ao nutricionista, com os respetivos dados do preenchimento da escala.

Diagnóstico e intervenção nutricional – Disponibilização dos campos de diagnóstico e intervenção nutricional, no módulo de Dietética, pré-carregados com as terminologias definidas no Catálogo Português de Nutrição (CNP). Estas informações ficarão disponíveis no processo clínico do doente.

Alertas na aplicação – Serão emitidos alertas ao enfermeiro se decorridas 24h da data/hora de admissão e não tiver sido realizada a identificação do risco nutricional ou se, decorrido o período de 7 dias desde a última avaliação, o risco não tiver sido monitorizado.

Indicadores de acompanhamento – Através da disponibilização da ferramenta que permite obter indicadores de desempenho a partir de um conjunto de parâmetros pré-definidos.

3. E no caso de clientes Globalcare apenas com o módulo de Dietética?

No caso dos clientes Globalcare apenas com o módulo de Dietética será possível procederem  à identificação do risco nutricional através das escalas de rastreio preconizadas no despacho e realizar o registo estruturado do diagnóstico e intervenção do nutricionista.

4. Quando e em que versões do Globalcare vão ser disponibilizadas as novas funcionalidades?

Estas funcionalidades serão disponibilizadas no patch de Abril de 2019 para as versões 16, 17 e Globalcare X.

5. Como está prevista a implementação das novas funcionalidades nos clientes?

A configuração do circuito específico, para dar resposta ao despacho, deve ser implementada seguindo as recomendações dos QRI específicos de cada módulo.

No caso de clientes apenas com o módulo de dietética, as integrações com outros softwares para a notificação automática de risco terão de ser avaliadas caso a caso.

6. É necessário licenciamento adicional das novas funcionalidades?

Tratando-se de uma resposta a uma obrigação legal, a implementação destas novas funcionalidades será assegurada no âmbito dos contratos de manutenção.